jusbrasil.com.br
21 de Outubro de 2017
    Adicione tópicos

    Sorocaba inicia, em agosto, cadastramento de doadores de medula óssea

    Em 14 de agosto será inaugurado o serviço de cadastramento de doadores de medula óssea em Sorocaba. A decisão foi tomada na manhã desta segunda-feira, 18/4, em reunião realizada entre a ONG "Asa Morena", o deputado Hamilton Pereira (PT), o diretor regional de saúde, Antonio Carlos Nasi, o diretor do Conjunto Hospitalar de Sorocaba, Ricardo José Salim, o superintendente da Associação Beneficente para Coleta de Sangue (Colsan), José Augusto Barreto, e os gerentes Médico e Administrativo do Hemonúcleo, Frederico Guimarães Brandão e Élide Corassini.

    A partir desta data, o Hemonúcleo de Sorocaba, em parceria com a Asa Morena, passará a contar com um trabalho de conscientização de doadores de sangue sobre a importância da doação de medula óssea. "A Asa Morena recebeu treinamento e está apta a orientar doadores de sangue sobre o que é a medula óssea, como é feito o transplante e a importância da formação de um banco de doadores de medula nesta região", explica Nerli Peres, uma das diretoras da ONG.

    A Colsan, segundo Frederico Brandão, fará a coleta, o armazenamento e o envio do sangue para a Unicamp, onde será feito o exame HLA (de Histocompatibilidade), para verificar a compatibilidade entre possíveis doadores e pacientes. O cadastramento dos doadores no REDOME (Registro Nacional de Doadores de Medula �"ssea) será realizado pela própria Unicamp.

    A expectativa do diretor de saúde é de que o serviço de cadastramento de doadores de medula óssea também possa estimular o aumento do número de doadores de sangue assíduos.

    hpereira@al.sp.gov.br

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)