jusbrasil.com.br
4 de Abril de 2020
    Adicione tópicos

    Da Tribuna

    Código Penal Para Edson Ferrarini (PTB), é hora de modificar o Código Penal, que basicamente permanece o mesmo desde sua criação em 1940. "Durante esses anos ele sofreu algumas alterações e se tornou uma colcha de retalhos, e precisa ser reorganizado", opinou. O deputado considerou a liberdade e a vida os maiores bens do homem e defendeu o aumento das penas para acabar com a sensação de insegurança da população. "Hoje a PM prende uma mesma pessoa seguidamente, assim o sistema judiciário necessita de modificações."

    Luto

    "Desde o dia 19/3 a Assembleia vive um momento de tristeza pelo falecimento de Marisa Valéria, funcionária da Afalesp há 36 anos", lamentou Olimpio Gomes (PDT). O deputado agradeceu o presidente e os membros da mesa, por terem permitido que a cerimônia fúnebre fosse realizada na Assembleia. "Sem parentes próximos, sua família eram os amigos daqui. Perdemos uma companheira, mas fica um sentimento bom ao saber que as homenagens prestadas foram feitas nesta Casa". Em seguida, o parlamentar criticou o governo estadual, que criou um grupo para fiscalizar gastos públicos, mas distribuiu impressos caros, referentes ao uso de sacolas plásticas. (DV)

    Servidores

    Carlos Giannazi (PSOL) anunciou a realização de uma audiência pública no próximo dia 28/3, com a finalidade de discutir a crise no Judiciário paulista. De acordo com o deputado, o Conselho Nacional de Justiça está investigando pagamentos feitos a desembargadores do Estado. "Indenizações milionárias e indevidas", alegou. Giannazi reclamou que o Tribunal de Contas está em dívida com milhares de servidores e não os paga, apesar de ter verba para distribuir aos desembargadores. (DV)

    Bebidas proibidas

    Jooji Hato (PMDB) lembrou da época que atuava como vereador e que criou projeto de lei para proibir venda de bebidas alcoólicas nas lojas de conveniência de postos de gasolina, o qual foi vetado. "Vou fazer uma segunda tentativa aqui na Assembleia e espero que agora dê certo". O deputado falou dos malefícios causados pelo álcool e criticou a venda do produto em lojas de conveniência, bem como a venda de lanches e salgados. "Nesses lugares deveriam vender apenas graxas e produtos automotivos e não produtos nocivos à saúde." (DV)

    Pinheirinho

    Março Aurélio (PT) criticou a fala do deputado Edson Ferrarini (PTB), na tribuna, no dia 14/3, na qual Ferrarini defendeu a ação da PM na desocupação da região conhecida como Pinheirinho, em São José dos Campos. "Foi dito que a PM cumpriu seu papel, no entanto foram violados os direitos humanos", disse. Segundo o parlamentar, as acusações de que existiram abusos por parte da polícia procedem. "Caso comprovados os abusos, esses policiais deverão ser punidos", analisou. O deputado apoiou a instalação de uma CPI para apurar o caso. (DA)

    Aniversário de Rio Preto

    Orlando Bolçone (PSB) falou sobre o aniversário de 160 anos da cidade de São José do Rio Preto, no dia 19/3. O parlamentar analisou as características e o desenvolvimento do município. "Uma de suas marcas é a questão da tecnologia e também a presença da Estação Ecológica, área de proteção ambiental para a realização de pesquisas científicas", disse. O parlamentar falou, também, sobre o encaminhamento de um projeto para que a Estação Ecológica receba o nome do geógrafo Aziz Saber, falecido em 16/3. (DA)

    Denúncia

    Rodrigo Moraes (PSC) comentou matéria exibida pela Record, no "Domingo Espetacular", no dia 18/3, com denúncias contra a Igreja Mundial do Poder de Deus. "Quero demonstrar meu apoio à Igreja. São mais de 3,5 mil templos no país", disse. Segundo o deputado, a matéria foi feita com a intenção de manchar a imagem da Igreja. "Nós não temos nada a esconder. Trata-se de uma Igreja pequena, adolescente, mas que tem incomodado muita gente", finalizou. (DA)

    Álcool

    Jooji Hato (PMDB) defendeu a aprovação do PL 323/2011, de sua autoria, que proíbe a venda e o consumo de bebidas alcoólicas dentro do espaço físico dos postos de combustíveis e suas lojas de conveniência. Segundo o deputado, o projeto irá proteger a vida de muitas pessoas. "Precisa ter coragem para apresentar esse projeto. Será ótimo se for aprovado, pois as bebidas alcoólicas são a porta de entrada para outras drogas". O parlamentar falou, também, sobre seu livro Álcool, vetor da violência!. (DA)

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)